Governo digital

E se a tecnologia pudesse tornar a vida de mulheres ainda mais segura? Em um cenário em que a violência doméstica contra a mulher se torna cada vez mais comum, adotar iniciativas que ajudem a reverter os índices se faz necessário. A boa notícia é que alguns projetos já fazem com que isso seja possível. É o caso do sistema SOS Mulher, desenvolvido na Paraíba.

Antes de conhecer mais sobre a tecnologia, é importante resgatarmos alguns números que mostram a dura realidade brasileira: uma mulher sofre violência doméstica a cada dois minutos. E não para por aí. Uma mulher é morta a cada sete horas. Dados como esses refletem a necessidade de se adotar soluções que ajudem a levar mais segurança para as mulheres e mais efetividade para os órgãos competentes no combate aos agressores.

Pensando nisso, a Secretaria de Segurança Pública da Paraíba criou o sistema SOS Mulher, em parceria com a Vsoft, empresa responsável por toda a tecnologia por trás da iniciativa. Conheça a seguir.

O que é e como funciona o SOS Mulher

O SOS Mulher, do Governo da Paraíba, é um sistema adotado pela Secretaria de Segurança Pública do estado desde 2015, dentro do programa Mulher Protegida, para prevenir, fiscalizar e adotar os procedimentos legais para penalizar agressores.

Ele atua no monitoramento e proteção às vítimas de agressão, permitindo que as mulheres monitoradas possam pedir ajuda dos órgãos de segurança a qualquer momento.

O sistema pode ser usufruído por mulheres que contam com alguma medida protetiva ativa, normalmente conseguida após queixas contra os agressores. Ele funciona a partir de um dispositivo entregue à mulher assistida. Ele possui um botão de pânico e é capaz de fornecer sua localização em tempo real, podendo ser acionado em situações inesperadas.

Na prática, a mulher que recebe o dispositivo pode acioná-lo caso volte a ser vítima de agressão ou ameaças, afinal, a medida protetiva ou restritiva imposta ao agressor define que ele deve se manter a pelo menos 100 metros de distância da vítima.

Por isso, quando o botão de pânico é usado, o dispositivo notifica o Centro Integrado de Operações da Paraíba (CIOP) e a Delegacia da Mulher, permitindo que a polícia haja em tempo hábil para proteção da vítima e punição do agressor.

Trata-se de uma iniciativa pioneira no país, já que permite o contato ágil entre a vítima de violência e a Polícia Militar através de um único clique. Além disso, o sistema conta com três módulos de ativação de acordo com o grau de risco da situação: 

  • Faixa verde, que significa que não será necessário ação da polícia;
  • Faixa amarela, um alerta que informa que o agressor está próximo do local onde a vítima se encontra;
  • Faixa vermelha, quando o agressor está constrangendo ou ameaçando a vítima, fazendo com que a intervenção policial seja necessária.

SOS Mulher: tecnologia a favor da segurança 

Atualmente, o uso do sistema SOS Mulher é feito de forma restrita pela Delegacia da Mulher paraibana, sendo direcionado apenas às mulheres que recebem alguma medida protetiva, mas, toda a tecnologia por trás, baseada em gestão de dados, criptografia e geolocalização, também pode ajudar a dar vida a outros projetos com a mesma relevância ao redor do país.

Atualmente, mais de 600 vítimas estão cadastradas e o estado da Paraíba mantém cerca de 60 medidas protetivas ativas para acompanhamento. A quantidade de medidas ativas depende da quantidade de aparelhos que são disponibilizados pela delegacia, sendo um aparelho para cada vítima.

Desde 2015, o sistema contabilizou cerca de 377 mil chamados, dos quais mais de 100 mil são chamados emergenciais. 

Como destaca o Adriano Saraiva, todas as informações e segurança do sistema são de responsabilidade da Companhia de Processamento de Dados do estado e há a preocupação para garantia da segurança dessas informações. Por isso, toda a comunicação é criptografada para manter a integridade dos dados e, claro, garantir o sigilo em relação às informações da vítima.

“Além de ser um sistema de total utilidade, todas as informações ficam no banco de dados com segurança, evitando que as informações sejam compartilhadas com terceiros. Na verdade, elas são analisadas constantemente para que, a cada dia, seja possível ter mais dados que facilitem a segurança da mulher que estiver utilizando a aplicação no seu dia a dia”, explicou.

Ainda segundo ele, o cuidado com a gestão de dados é primordial para a Vsoft, garantindo que haja segurança desde os administradores da aplicação até o usuário final.

Papel social da tecnologia

O desenvolvimento das tecnologias tem garantido avanços primordiais para a qualidade de vida, comodidade e segurança para a população. E quando seus impactos são sentidos também nos detalhes mais sensíveis, como a otimização da assistência pública ao cidadão, a sociedade só tem a ganhar.

Pensando nisso que a Vsoft mantém o Public Services, plataforma de autoatendimento para serviços e informações públicas e que é a base do sistema aplicado no SOS Mulher.

Trata-se de uma plataforma de Governo Digital focada na identificação inequívoca do cidadão para permitir que as administrações públicas ofereçam serviços de qualidade, com menos gasto de tempo e dinheiro.

Assim, ao adaptar sua tecnologia de Public Services para dar vida a um projeto como o SOS Mulher, a Vsoft reforça o seu DNA marcado pelo espírito de startup, fazendo mais com menos e buscando sempre inovar, seja criando novas tecnologias ou otimizando aquelas existentes para fazer parte de uma mudança social.

Como explica Daniel Targino, Sócio e Diretor Comercial, não é apenas trazer algo novo, mas pensar em como aquilo que é novo vai impactar na sociedade.

“A gente faz isso nos processos de certificações mais diversos, como o SuperPrático, por exemplo, trazendo para a sociedade um processo de formação de condutor mais seguro, e no SOS Mulher não é diferente. A gente consegue, de maneira simples, mas muito efetiva, provocar uma mudança social que nos traz alegria e satisfação, entendendo que o negócio da Vsoft é inovar com impacto social” esclarece o Daniel.

Conheça mais sobre o trabalho da Vsoft e aproveite para nos acompanhar no Instagram para ficar por dentro das novidades.

Author

Posts relacionados

Todos os posts
go  top